sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

SÓ DEPENDE DE VOCÊ!

Por Sóror Fortuna



Eu só queria que você soubesse,

Que eu não me importo com o que você pensa de mim,

Mas eu gostaria que você pudesse entender

Que eu não quero te convencer de nada,

O meu desejo é que você possa perceber por si mesmo

Que o que digo é a mais crua realidade

O que você vê é tudo mentira, nada é real!

Sua mente te engana, as imagens ao redor,

Os meios de comunicação e as religiões...

Tudo é ilusão...

É intriga da oposição!

Querem te fazer acreditar e impor suas idéias

Para você pensar que precisa deles

Querem te submeter a dura penas...

E não te deixam outra opção,

pois te fizeram acreditar que eles tem razão!

Mas é tudo mentira, é ilusão,

Você pode se libertar ...

Pode descobrir um segredo muito maior,

Que te fará perceber que o úniverso é infinito

E que há um manancial inesgotável de riqueza, amor e felicidade para todos!

Os obstáculos não são difíceis de serem superados,

Só são difíceis de serem identificados.

E quando você descobrir então terá a Chave, o grande Segredo, Arcanun dos Arcanos...

Que te transformará em mestre na Arte de Viver!

E, lembre-se, tanto faz o que você pensa de mim...

Mas pense um pouco em si mesmo...

Escravo ou rei, só depende de você!

http://www.cursosdemagia.com.br/pactumpactorum.htm

5 comentários:

Stela Franco disse...

Sei e vc tem a chave do PODER...

Anônimo disse...

SIM

Jacques Demolay disse...

É bastante interresante a sua colocação, a população mundial está sendo usada por muitas entidades religiosas, mais no final das contas todos, exatamente tos seram dominados pela nossa nova ordem, os que não aceitarem seram oferecidos como sacrificio aos dêmonios... Lembrem-se dessas palavras o grande dia está próximo.

E.'. disse...

Soror...
Fiquei um tanto desconsertado agora ao ler esse texto.
A algum tempo atrás, devido a críticas que recebi de alguns amigos e parentes (todos cristãos), por minha escolha em estudar o ocultismo, e nunca escondi isso.
Fui duramente criticado, e cruelmente atacado pelas mentes inertes desses hipócritas, mas como eram meus parentes, resolvi não revidar naquele exato momento.
Antes de deitar-me, como de costume, fui meditar um pouco a respeito, e o resultado foi a inspiração em dois textos, um poema, e outro, que é absurdamente semelhante com as palavras desse que acabei de ler.
confesso que fiquei atônito, mas muito feliz.
Esses acontecimentos, me fazem perceber que não estou tão errado na forma de pensar e agir. Não estou andando tão solitariamente assim. Muito menos estou sem rumo.
Grato pelo texto.

Anônimo disse...

poderosissima Soror Fortuna